Portal O Mandacaru

Alepi: Bancada do PP fecha acordo para votar contra projeto do governo

A informação é do deputado Júlio Arcoverde.

Créditos: cidadeverde.com Deputado Júlio Arcoverde (PP) Deputado Júlio Arcoverde (PP)

O deputado estadual Júlio Arcoverde (PP), informou nesta terça-feira (24) que a bancada do PP na Assembleia fechou questão para votar contra o projeto do governo do Estado que aumenta alíquotas de impostos. Para Júlio Arcoverde, a decisão não deve afetar a relação com o governo Wellington Dias, uma vez que faz parte da base governamental.

Nos bastidores, comenta-se que a decisão abre clima de rompimento político do partido com o governo e que é uma reação do PP às informações de que o deputado Fábio Abreu votará a favor da denúncia contra Michel Temer na Câmara dos Deputados. Isso porque, a nível nacional, o PP é aliado do governo federal.

"O PP decidiu e por enquanto não vamos votar votar a favor do aumento de ICMS, porque a gente chegou em um entendimento que não dá mais pra penalizar a classe empresarial do estado só para aumentar imposto. Já foi aumentado imposto duas vezes esse ano. A gente pode estudar outras formas, o partido consegue trazer técnicos e econimistas para fazer estudos", defendeu.

Hoje o projeto do executivo estadual foi discutido pela terceira semana consecutiva na Comissão de Constituição e Justiça e após muita polêmica, discussão e pressão da oposição e da classe empresarial, a sessão foi suspensa e ele não entrou mais uma vez em votação. 

De acordo com Júlio, a decisão não prejudica a relação da sigla com o governo. "Eu acho que não. Eu acho que prejudica muito mais o seu secretário de segurança voltar a Brasília e votar contra o presidente, que apesar de não ser do mesmo lado de Wellington Dias, tem liberado empréstimos para o Estado do que a gente votar contra o imposto", declarou o parlamentar.  

O PP na Assembleia tem uma bancada formada por três deputados. Além de Júlio Arcoverde, há Belê Medeiros e B. Sá. 

Júlio Arcoverde disse que já comunicou sobre a decisão ao líder do governo na Assembleia, João de Deus (PT) e ao presidente nacional do partido, senador Ciro Nogueira, a deputada Iracema Portela e também a vice-governadora Margarete Coelho. 

Fonte: cidadeverde.com
Editor: Evandro Júnior

Copyright 2017 - Portal O Mandacaru