Portal O Mandacaru

Alunas de Anisio de Abreu participam do Parlamento Jovem

Foi divulgado os estudantes escolhidos para representarem seus estados Parlamento Jovem Brasileiro

Créditos: Reprodução Alunas de Anisio de Abreu participam do Parlamento Jovem Alunas de Anisio de Abreu participam do Parlamento Jovem

Foi divulgado os estudantes escolhidos para representarem seus estados Parlamento Jovem Brasileiro (PJB), e pela primeira vez o Piauí terá como representantes duas alunas da mesma unidade de ensino do município Anísio de Abreu. As estudantes da Unidade Escolar Leticia Santos, Larissa Santos, 3º ano do ensino médio, e Miriã Pereira, do 2º ano tiveram seus projetos escolhidos e irão conviver durante uma semana com a rotina dos parlamentares em Brasília.

Em sua 14ª edição do PJB, a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) realizou a análise de 38 projetos, sendo que a U.E. Letícia Macedo enviou dez projetos para serem analisados.

Participando pela primeira vez do PJB, a aluna Larissa dos Santos Almeida, foi selecionada com o projeto que exige a titulação mínima de doutorado para assumir cargos ministeriais, sendo a análise de títulos determinante para assumir ministérios. O projeto determina ainda que para um Projeto de Lei ou Medida Provisória seja votada na Câmara Federal e Senado, deve ser aprovado primeiramente no Ministério correspondente à aplicação da lei.

“Estou muito feliz pela aprovação, pois terei a oportunidade de mostrar na Câmara Federal a minha vontade de contribuir para melhorar o país. Meus professores e amigos deram total apoio na orientação. O PJB está sendo fundamental para o desenvolvimento de meus conhecimentos sobre política e o funcionamento do poder legislativo”, ressaltou a estudante do 3º ano do ensino médio.

Já o outro projeto escolhido foi voltado para a área da educação e teve autoria da aluna Miriã Pereira da Silva Oliveira, que recebeu a noticia junto aos amigos.

O projeto trata sobre uma Emenda Constitucional, o qual acrescenta os Art. 59-A e 59-B ao Capítulo V da Lei Diretrizes e Bases da Educação (LDB 9394/96), que estabelece as diretrizes da educação nacional, determinando que as secretarias de educação ofertem cursos de espacialização na área de educação especial inclusiva para professores titulares atuantes. E ainda acrescenta na matriz curricular dos cursos de licenciatura um semestre a mais voltado para a educação especial inclusiva.

“Nos reunimos, desejamos boa sorte a todos e depois de saber o resultado começamos a comemorar. Estou muito feliz pela conquista e ao mesmo tempo ansiosa, pois irei expor minhas ideias e propor melhoras a educação, sobretudo a educação especial inclusiva. É a primeira vez que participo do Parlamento Jovem Brasileiro. Eu já aprendi muito com este programa, e creio que aprenderei muito mais na Câmara Federal junto aos outros jovens do Brasil”, finalizou a aluna.

Seleção de projetos PJB

Para a seleção dos projetos a Seduc recebe os direcionamentos junto a Câmara Federal sobre a criação dos projetos de lei que devem seguir critérios de relevância âmbito nacional, ineditismo ou continuidade de projetos existentes na Câmara.

A coordenadora do Parlamento Jovem da Seduc, Regina Monteiro, informou que a Comissão Estadual do PJB realiza a mobilização dos alunos por meio de um trabalho pedagógico de incentivo com palestras, oficinas e a participação dos alunos nas edições anteriores falando um pouco da experiência de ser parlamentar.

“Com a divulgação dos pré-selecionados, a Seduc atua junto aos alunos na participação do curso online disponibilizado pela Câmara sobre os projetos nas comissões, análise e tramitação legislativa, além de preparar a defesa do projeto. E com este resultado a escola, o município estão em festa pela conquista das alunas, sendo que é a primeira vez que temos estudantes da mesma escola selecionados para o PJB, isto é inédito em todas as edições que participamos”, ressaltou a coordenadora.

Fonte: Informações do SaoRaimundo.Com

Copyright 2017 - Portal O Mandacaru