Portal O Mandacaru

Auditores reagem às 'ilações' sobre suposta imparcialidade de auditoria

O texto diz que os questionamentos põem em risco a "honra e a imagem dos abnegados auditores"

Créditos: TCE TCE-PI TCE-PI

A Associação dos Auditores de Controle Externo do Tribunal de Contas do Piauí reagiu às críticas e acusações sofridas após a publicação de relatório de auditoria, no âmbito do processo TC-025611/2017, que trata sobre empréstimo contraído pelo Governo do Piauí junto à Caixa Econômica Federal. 

"Em vários veículos de imprensa e na TV, foram feitos questionamentos sobre a capacidade dos auditores do TCE", diz o presidente da entidade, Antenor Pereira, ao justificar a publicação da nota, repassada à imprensa. 

O texto diz que os questionamentos põem em risco a "honra e a imagem dos abnegados auditores", pois as "ilações" tentam colocar em xeque a "isenção e imparcialidade" dos profissionais que atuam no controle externo. 

Secretários da equipe de Wellington Dias, como Merlong Solano, tentam desde então defender que o relatório elaborado pela Diretoria de Fiscalização da Administração Estadual, do Tribunal de Contas do Estado (DFAE) não é fato conclusivo contra o governo, e que será ainda o documento analisado pelo pleno do TCE. 

Merlong foi à TV lamentar que a questão vem sendo tratada de forma "açodada" pela oposição, alegando que a peça vem sendo usada politicamente, justificando uma antecipação do processo eleitoral. 

- Acesse a íntegra da nota divulgada

AUDITORIA
A auditoria da DFAE concluiu que parte dos recursos contratados pelo governo com a Caixa foi transferida para a Conta Única do Estado e utilizada em finalidades não previstas no contrato de empréstimo. Apontou ainda o cancelamento de empenhos de despesas já realizadas em outras fontes, no valor total de R$ 188.560.117,31, para então efetivar novos empenhos para pagamento com os recursos do empréstimo com a Caixa.

O documento assinado pelos auditores Enrico Ramos Maggi, Marcos Vinicius Luz, Ítalo Gabriel Rocha e Sylvio Júlio Alves foi solicitado pelo gabinete do conselheiro Kennedy Barros.

Fonte: 180graus.com
Editor: Evandro Jr.

Copyright 2018 - Portal O Mandacaru