Portal O Mandacaru

"Brasil precisa espantar essa quadrilha", diz Ciro Gomes sobre PMDB

Presidenciável atacaou partido de Michel Temer após ser perguntando sobre aliança de PT e PMDB no PI

Créditos: cidadeverde.com Ciro Gomes Ciro Gomes

O pré-candidato a presidente da República pelo PDT, Ciro Gomes, esteve nesta terça-feira (10) em Teresina e voltou a usar a língua afiada contra o segmento do PMDB que apoia Michel Temer. Segundo Ciro, a ala peemedebista que dá sustentação ao atual presidente é uma quadrilha e não uma agremiação partidária.

“Eu acho que o PMDB, salvo exceções, é uma quadrilha e não um partido. E o Brasil precisa espantar essa quadrilha do poder porque ela está fazendo um mal muito grande ao país. São quase 14 milhões de brasileiros desempregados, 10 milhões empurrados para a informalidade e todo dia a notícia infame da corrupção e da ladroagem encastelada no centro do poder”, disse.

A fala de Ciro foi em resposta à pergunta de um repórter sobre a aliança entre PT e PMDB no Piauí. De acordo com o presidenciável, é preciso urgentemente banir os peemedebistas da vida pública do país. Nas palavras dele, o ex-deputado federal Eduardo Cunha, preso na Lava Jato, foi o chefe da quadrilha que levou o PMDB ao poder em 2016.

Em Teresina, Ciro Gomes participou da convenção regional do PDT na sede do Diretório Estadual do partido. No evento, lideranças de vários municípios se filiaram à sigla. O governador Wellington Dias (PT) e diversas personalidades políticas do Piauí passaram pela solenidade.

Fonte: politicadinamica.com
Editor: Evandro Júnior

Copyright 2017 - Portal O Mandacaru