Portal O Mandacaru

Câmara Municipal: A oposição e o poder da fraqueza

Em São Raimundo, oposição e situação se misturam numa verdadeira miscelânea

Créditos: Agencia da Camara Câmara Municipal de São Raimundo Nonato Câmara Municipal de São Raimundo Nonato

Quem apostou que a atual composição da Câmara Municipal de São Raimundo pudesse trazer um novo pensamento político, um novo modo de agir, uma representação parlamentar pautada pelo compromisso público, quebrou a cara. Acreditem! Eu me incluo dentre estes.

Como já foi dito por mim em postagens anteriores, caso uma boa parte dos vereadores não comparecessem as sessões no parlamento, não fariam falta alguma. O debate é raso e apequenado. No "castelo" legislativo, quem reina é o interesse pessoal. A opinião e a vontade popular passam longe e muito longe de serem vistas e respeitadas pela Casa Legislativa.

Os vereadores da situação em sua maioria, assim como máquinas automazidas, seguem à risca o comando recebido.  Agem como robôs, desprovidos de vontade própria, obedecem instintivamente  a tarefa que lhes é atribuída.

Os da "oposição", se é que existe uma oposição, muito pouco ou nada fazem para contestar, provocar o debate, trazer a população para dentro da pauta política e administrativa que é tratada no parlamento municipal. A diferença entre eles e os “situacionistas” é quase imperceptível.

Ninguém aqui é favorável a uma oposição irresponsável que seja contra só por ser contra. Queremos apenas, uma oposição combativa que cumpra o seu verdadeiro papel.

Uma oposição inexpressiva (não em números) facilita a vida do gestor, que não encontra dificuldades para aprovar os seus projetos. Além disso, a fragilidade oposicionista enfraquece o debate e a fiscalização sobre as ações do poder executivo.

Apesar de termos novos atores na Câmara, a trama do filme, parece continuar a mesma. É triste!

Fonte: redação
Editor: Evandro Jr.

Copyright 2018 - Portal O Mandacaru