Portal O Mandacaru

Deputados querem esclarecimentos sobre incentivo fiscal à Itaipava.

Parlamentares querem saber os valores do incentivo que a cervejaria obteve no PI.

Créditos: Alepi Assembléia Legislativa do Piauí Assembléia Legislativa do Piauí

O plenário da Assembleia Legislativa do Estado do Piauí aprovou requerimento do deputado Rubem Martins (PSB), em que o parlamentar solicita, em regime de urgência, ao secretário de Fazenda do Piauí, Rafael Fonteles, informações a respeito da Cervejaria Petrópoles S/A- (Itaipava). O parlamentar quer saber que valores a cervejaria obteve como incentivo a comercialização de seus produtos, em decorrência da aplicação do decreto de número 15.856 de 18 de dezembro de 2014 e o de número 15.945 de 26 de janeiro de 2015.

O líder do Governo, deputado João de Deus (PT), também discutiu o requerimento do deputado Rubem. Segundo ele, os incentivos à empresa não foram concedidos na gestão do governador Wellington Dias (PT). "Mas somos de acordo com o requerimento, achamos essencial a transparência e já falamos com o secretário de Fazenda Rafael Fonteles para que as informações sejam fornecidas", acrescentou o deputado.

Rubem Martins ressaltou que a oposição quer as informações oficiais sobre a cervejaria. “As informações oficiais serão uma bela surpresa para muita gente no Piauí, que viu os desfiles dos caminhões da Itaipava, fazendo festa no Piauí”, reafirmou Rubem.

Em dezembro de 2014, o então governador Zé Filho baixou um decreto dando incentivos para a instalação da Itaipava no Piauí. “Só que em 2015 nós discutimos esse decreto aqui na Assembleia e entendemos que o incentivo é para industrialização e não para comercialização, e o governador Wellington Dias resolveu suspender o incentivo. Então o que estamos estranhando é que a Itaipava continua rodando muito no Piauí. Então nós estamos solicitando do Secretário de Fazendo informações sobre quais as vantagens que eles estão recebendo e entender o motivo pelo qual a Itaipava continua nessa movimentação toda no Piauí. Será se esse incentivo ainda existe? Essa é a nossa indagação”, questionou.

Fonte: politicadinamica.com
Editor: Redação

Copyright 2017 - Portal O Mandacaru