Portal O Mandacaru

Dr. Pessoa diz que W. Dias é "enganador e maquiavélico"

Pré-candidato nega qualquer possibilidade de compor chapa com o atual governador

Créditos: Ascom Imagem: Reprodução Imagem: Reprodução

No último sábado (14) entrevistamos o deputado estadual Dr. Pessoa (Solidariedade). Em popularidade, ninguém encosta no “Doutor do Povo”. Mas quem já se perdeu pelos caminhos da política tradicional quer encostar de qualquer jeito, nem que seja pra tirar foto pro santinho de campanha. Então perguntamos a ele: “Tem chance de compor o atual governo”?

Pessoa adiantou que a pergunta nem merecia resposta, por sua conduta independente. Mesmo assim disparou: “Não, não e não!”, disse enfático. Segundo ele, o povo sabe por sua história que o compromisso dele não é com políticos, é com o próprio povo. E ele assegura ser capaz de fazer um governo bem melhor do que é o de Wellington Dias, do PT.

Sim, Pessoa ainda não decidiu se será candidato ao Senado ou ao Governo do Estado. E, pelo menos nessa conversa, focou no segundo caminho. A fórmula para fazer melhor do que Wellington Dias — ele não cita o nome do petista, mas desenha o retrato falado — é montar uma equipe de governo composta em sua absoluta maioria por técnicos e não por políticos, como é feito loteado hoje o Karnak.

“O povo é quem tem que ser servido, não os políticos”, completa o Dr. Pessoa. Ele afirma que o povo vai analisar este ano se quer continuar com a mesmice do modelo que já dura 20 anos ou segue em frente na estrada da mudança.

Coragem certamente não vai faltar a Pessoa nesta campanha. “Um governo que não tem mobilidade adequada, não tem Saúde adequada. A Educação é mais de fachada, mais pra mídia. E a Segurança? Essa é que é pior ainda!”, apontou sem medo.

Pessoa, em 20 segundos de fala, apontou farsa midiática nos setores do governo loteados para o atual senador Ciro Nogueira (a Secretaria de Transportes é indicação dos Progressistas), para o deputado federal Assis Carvalho (a Saúde é indicação pessoal do petista), para a deputada federal Rejane Dias (que era a ordenadora de despesas da Educação até duas semanas atrás) e para o ainda deputado federal Fábio Abreu (do PR, ex-secretário de Segurança, que deixou de lutar pelo setor em Brasília para ordenar as despesas da pasta no Piauí).

Sobrou, claro, para o próprio Wellington Dias. Avaliou que se for possível fazer a média das promessas feitas pelo petista nos seus 3 mandatos, ele não terá realizado nem 40% do que foi prometido. “Enganador e maquiavélico. E o povo não aceita mais esse tipo de gestor”, finalizou.

Confira a entrevista!

Fonte: politicadinamica.com
Editor: Evandro Jr.

Copyright 2018 - Portal O Mandacaru