Portal O Mandacaru

Ex-prefeito de Fartura do Piauí é condenado a 4 anos de reclusão

Foram condenados também Luciano Macário de Castro,Joana D´arck da Silva Miguelino e Raimundo Ney

Créditos: Gp1.com.br Ex-prefeito Netão e o empresário Luciano Macário Ex-prefeito Netão e o empresário Luciano Macário

O juzi Pablo Baldivieso da Vara Federal de São Raimundo Nonato, condenou o ex-prefeito de Fartura do Piauí, Miguel Antônio Braga Neto, mais conhecido como "Netão", acusado de fraudar licitações e desviar recursos do Fundeb. A pena aplicada foi de 04 anos e 06 meses, a ser cumprida inicialmente em regime semiaberto.

Na mesma ação foram condenados o empresário Luciano Macário de Castro a 03 anos e 03 meses de reclusão; a ex-secretária de educação Joana D`arck da Silva Migueilno a 02 anos de reclusão e o funcionário da prefeitura Raimundo Ney de Assis a 03 anos e 04 meses de detenção.

O grupo foi denunciado pelo Ministério Públco Federal por ter desviado R$ 263.629,45 de recursos do Fundeb. Netão e  Raimundo Ney teriam fraudado 05 licitações em favor da Construtora Cristal que pertence ao empresário.

A construtora Cristal teria recebido recursos para a construção de salas de aula e reforma de unidades escolares, porém, nunca executou os serviços.

Fonte: Redação/Com informações do Gp1.com.br
Editor: Evandro Júnior

Copyright 2017 - Portal O Mandacaru