Portal O Mandacaru

Ex-vereador alerta para possível alteração no projeto original da Adutora de Engate Rápido

Ronaldo diz tubulação que está sendo usada não comportará a demanda que a cidade precisa

Créditos: vejasrn.com.br Ronaldo "Mareta" Ronaldo "Mareta"

Em entrevista ao Jornal da Cultura desta quarta-feira (07) o ex-vereador e suplente Ronaldo da Mareta alertou para uma possível alteração no projeto original da Adutora de Engate Rápido que está sendo construída pelo Governo do Estado, através da Secretaria de Defesa Civil do Estado.

Segundo o ex-vereador, o projeto inicial desta adutora constava de uma tubulação de 400mm e que seria construída uma estação de tratamento para esta adutora paralela, já que a adutora antiga não existe estação de tratamento, e a população recebe a água diretamente na torneira sem passar por nenhum tipo de tratamento e também seria perfurado mais dois poços tubulares.

A alerta do ex-vereador é que a tubulação que está usada nesta adutora paralela é de apenas 250mm de espessura, bem inferior à espessura do projeto inicial que seria de 400mm. “Esta tubulação não vai ser suficiente para suprir as necessidades de abastecimento da cidade de São Raimundo Nonato e demais cidades da região, levando em consideração que a adutora velha construída a mais de 50 anos com essa mesma espessura, quando a cidade ainda era muito pequena, nunca foi suficiente para abastecer nem mesmo a cidade de São Raimundo Nonato, como vai abastecer hoje uma cidade com uma população pelo menos 5 vezes maior que a população daquela época”, ressaltou Ronaldo da Mareta.

Um fator que chama a atenção é que reduziu-se os itens do projeto original e aumentou os custos aproximadamente três vezes do valor inicial.

Ouça a fala completa do ex-vereador Ronaldo da Mareta ao Jornal da Cultura 

Fonte: vejasrn.com.br
Editor: Evandro Jr.

Copyright 2018 - Portal O Mandacaru