Portal O Mandacaru

Fábio Abreu nega "rebeldia" e diz que retorna à Secretaria nesta quinta-feira (26)

O gestor ligou para o parlamentar pedindo que ele retornasse para a secretaria estadual de Segurança

Créditos: Foto: Wilson Filho/Cidade Verde Deputado Fabio Abreu (PTB) Deputado Fabio Abreu (PTB)

O deputado federal Capitão Fábio Abreu (PTB-PI) já comunicou ao governador Wellington Dias (PT-PI) sua decisão de permanecer na Câmara Federal para a votação da admissibilidade da denúncia contra Michel Temer por corrupção passiva. O gestor ligou para o parlamentar pedindo que ele retornasse para a secretaria estadual de Segurança Pública. 

"Venho sempre mantando contato com o governador Wellington Dias a respeito dessa minha decisão. E o que a gente tem conversado e recebido de informação por parte dele é de que eu ficasse a vontade com relação a minha decisão", disse Fábio Abreu, em entrevista ao Cidade Verde Notícias, da Rádio Cidade Verde. 

A entrevista foi concedida minutos antes da notícia de que Michel Temer passou mal e foi internado em um hospital de Brasília (DF). 

Fábio Abreu também confirmou o telefonema do governador Wellington Dias. "Realmente, ontem o governador me ligou a respeito da repercussão do voto. E nós explicamos e tudo foi resolvido com relação a possibilidade de permanecer, e eu informei que permaneceria". 

O deputado voltou a contestar críticas de que sua posição traria problemas para a relação entre o Governo Federal e o Estado, com possíveis retaliações por parte do Palácio do Planalto caso o secretário de segurança votasse contra Temer. 

"Fala-se muito em questão de retaliação ao Estado do Piauí. Se houver retaliação, que eu acho muito difícil, acho que o Governo não pode jamais numa ação individual de um deputado, e principalmente no seu exercício de convicção, ele retaliar o Estado (...) Se tiver que haver, que seja com relação a mim, porque a decisão foi minha", completou Abreu. 

Fonte: cidadeverde.com
Editor: Evandro Jr.

Copyright 2017 - Portal O Mandacaru