Portal O Mandacaru

"Guerrilheiro": Assis Carvalho diz que adotou nome de Lula para mostrar que a "revolução" continua

"Existem milhões de Lulas", diz o deputado

Créditos: Reprodução Assis Carvalho, Deputado Federal do PT Assis Carvalho, Deputado Federal do PT

O deputado federal Assis Carvalho (PT-PI) está entre os políticos que informaram à Presidência da Câmara que vão passar a usar o sobrenome Lula em seus nomes no parlamentares. No ofício número 53/2018/GDAC, o petista piauiense comunicou a alteração.

O ato é uma forma de protestar contra a prisão do ex-presidente Lula, considerado pelos petistas como preso político. Lula está preso na Polícia Federal em Curitiba desde a noite do último sábado (7). Vários outros parlamentares também enviaram ofício com o mesmo teor e vão colocar o nome do ex-presidente em seus sobrenomes.

Por meio das redes sociais, Assis Carvalho disse que não adianta prender o líder petista, pois existem milhões de Lulas espalhados pelo Brasil. O piauiense ainda lembrou que a medida é para mostrar aos algozes que a morte de um combatente não para uma revolução.

“Este nome foi adotado para mostrar que não adianta prender Lula, pois existem milhões de Lulas espalhados pelo Brasil inteiro. E todo dia, essas pessoas farão a luta para restabelecer a democracia e a justiça. Este nome é para que permaneça viva em todas as memórias a injustiça que está sendo cometida contra o preso político Luiz Inácio Lula da Silva, que foi condenado sem provas. Este nome é para que nossos algozes saibam que a morte de um combatente não para uma revolução”, escreveu o deputado.

ONDA
A atitude também foi tomada por parlamentares Brasil afora. Na Câmara Municipal de Teresina, o nome de seis vereadores apareceu no painel com o sobrenome Lula. Entre eles o presidente da Câmara, Jeová Alencar, que é do PSDB. O tucano também afirma que o ex-presidente Lula é perseguido e injustiçado.

Fonte: politicadinamica.com
Editor: Evandro Jr.

Copyright 2018 - Portal O Mandacaru