Portal O Mandacaru

Iaspi nega paralisação de atendimento pelo Plamta

A paralisação do atendimento aos usuários do Plamta e Iaspi-Saúde irá ocorrer.

Créditos: Google Foto: Divulgação Foto: Divulgação

A paralisação do atendimento aos usuários do Plamta e Iaspi-Saúde irá ocorrer. A informação é da presidente do Instituto de Assistência à Saúde do Servidor do Estado do Piauí (Iaspi-Saúde), Daniela Aita, que explicou na manhã desta quarta-feira (04) como será feita a negociação com os servidores.

“Nós já estamos em diálogo com a rede credenciada, os repasses já estão sendo creditados. Acreditamos que até sexta-feira (06), toda a fatura referente ao mês de junho deve ser realizada. É importante esclarecer aos nossos usuários do sistema Plamta que tudo indica que não haverá paralisação”, ressalta Daniela Aita.

Em entrevista à TV Cidade Verde, ela afirma que não há como falar no atraso de quatro meses. "Estamos a 60 dias de tramitação de processo das faturas que está previsto em contrato, então o que realmente consta em atraso é parte da fatura de junho”. A conta do mês de julho deve ser aberta ainda nesse mês de outubro.  

A presidente do Iaspi-Saúde esclarece que “não há déficit em termos de arrecadação e despesa, o que é arrecadado é suficiente para cobrir as despesas”.

Leia mais:

Sem receber, hospitais anunciam suspensão de atendimento pelo Plamta

Entenda o caso

Clínicas e Hospitais de Teresina recorrem à pressão pública devido à falta de pagamento dos serviços prestados ao Plamta e Iaspi-Saúde. A conta soma 60 milhões recorrentes aos meses de junho a setembro desse ano. Nesta quarta-feira (04) ocorrerá audiência pública no Ministério Público do Estado com a presença do Sindicato dos Hospitais do Piauí (Sindhospi) para esclarecer o atraso das contas.

Fonte: portalaz.com.br
Editor: Evandro Júnior

Copyright 2017 - Portal O Mandacaru