Portal O Mandacaru

Júlio César quer audiência com Gilmar Mendes para impedir redução de zonas eleitorais

O deputado federal continua na luta para impedir a redução de zonas eleitorais

Créditos: Foto: Pablo Cavalcante/Rádio Cidade Verde Deputado Federal Júlio César Deputado Federal Júlio César

O deputado federal Júlio César (PSD-PI) continua na luta para impedir a redução de zonas eleitorais no país, determinada pelo presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Gilmar Mendes. O parlamentar cogita uma solução por meio da Câmara dos Deputados, caso o TSE não volte atrás na decisão. 

Em entrevista no Cidade Verde Notícias desta segunda-feira (25), Júlio César informou que deputados da bancada do Nordeste, reunidos com representantes da magistratura brasileira, na semana passada, decidiram pedir uma audiência com Gilmar Mendes para mostrar os prejuízos que a decisão deve acarretar. 

"Se fechar a zona eleitoral de Santa Filomena, o eleitor vai andar de 150 a 180 quilômetros só para justificar uma ausência em uma eleição", disse o deputado, na Rádio Cidade Verde. 

Júlio César acrescenta que a economia feita pela medida é pequena. São 600 zonas eleitorais a serem fechadas, sendo 117 no Nordeste e 24 no Piauí. "Toda a economia dessas 600 zonas vai representar menos de 1% de economia. É irrelevante".

O parlamentar acrescentou que, caso a audiência não traga resultado positivo, os deputados estudam a aprovação de uma Medida Provisória ou outra solução por meio do Poder Legislativo. Mas Júlio César espera que a questão seja votada pelo colegiado do TSE. 

Eleições 2018
Com inteção declarada de disputar as eleições para o Senado em 2018, Júlio César reafirmou que o candidato a deputado federal do PSD é o do deputado estadual Dr. Pessoa. 

"Se eu sair para a chapa majoritária o nome que eu defendo é o do Dr. Pessoa", disse Júlio César, negando que seu filho, Georgiano Neto, possa entrar na disputa. "O Georgiano nós queremos que continue na Assembleia Legislativa". 

Questionado sobre Dr. Pessoa ter declarado poder ser candidato a governador pela oposição, o deputado federal disse que já há um acordo firmado dentro do PSD. "O compromisso dele com a nossa bancada foi esse. Tivemos uma reunião há menos de duas semanas, nós reafirmamos, estou re-reafirmando e quero dizer que sou um homem de palavra. Nós queremos cumprir aquilo que nós decidimos em reunião da executiva do nosso partido". 

Fonte: cidadeverde,com
Editor: Evandro Júnior

Copyright 2017 - Portal O Mandacaru