Portal O Mandacaru

"Lula é esquerda dos anos 50", diz Cristovam Buarque

O senador criticou de modo especial Lula (PT) e Jair Bolsonaro (PSC).

Créditos: cidadevede.com Senador Cristovam Buarque: falta projeto de país nas candidaturas à presidência da República de 2018 Senador Cristovam Buarque: falta projeto de país nas candidaturas à presidência da República de 2018

O senador Cristovam Buarque (PPS-DF) criticou de forma enfática as discussões sobre o Brasil, no encaminhamento da disputa eleitoral de 2018. Em entrevista ao Acorda Piauí, hoje cedo na Rádio Cidade Verde, lamentou a falta de um debate claro e aprofundado sobre o projeto de país, prevalecendo ideias que olham mais para o passado que para o futuro. Ele critica de modo especial Lula (PT) e Jair Bolsonaro (PSC).

“O Lula é uma esquerda dos anos 50”, diz o senador do PPS. Ele lamenta que o debate esteja em torno de nomes, não em cima de ideias e projetos. Para Cristovam, Lula empunha um discurso que tenta resgatar o populismo dos anos 50, assim como Bolsonaro acena para o autoritarismo dos anos 60. Segundo o senador, nenhum dos dois olha “para o para brisa” do futuro, mas para o retrovisor do passado.

Ao analisar a situação brasileiro, ele admite que o país “está menos mal” se comparado com o “período de irresponsabilidade” do governo Dilma Rousseff, mais “ainda muito longe” da nação sólida e justa que olhe para o século XXI. Também ressaltou sua preocupação com o debate com vista às eleições de 2018. “Está indo na contramão”, avalia, porque não discute a construção de uma nação moderna. Um dos problemas é a falta de coesão.

Na entrevista, Cristovam fala ainda sobre a candidatura do PPS à presidência da República, comenta o papel (e os representantes) da esquerda no atual cenário e diz qual deve ser o projeto que o Brasil deve abraçar nos próximos anos. Nesse projeto, vê a educação como um destaque óbvio, mas um óbvio que o país nunca tomou como realmente prioridade.

Fonte: cidadeverde.com/fenelon rocha
Editor: Evandro Júnior

Copyright 2017 - Portal O Mandacaru