Portal O Mandacaru

Ministério aponta dano de R$ 235 mil provocado por secretário de Wellington

O Secretário Paulo Martins é acusado de desvio de verbas públicas

Créditos: codigodopoder.com Foto: Divulgação Foto: Divulgação

PREJUÍZO DE R$ 235 MIL AOS COFRES PÚBLICOS –  Após o Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário apontar um dano aos cofres públicos de R$ 235 mil que teria sido provocado pelo ex-prefeito de Campo Maior e atual diretor da Fundespi no governo Wellington Dias, agora é o Ministério Público do Estado do Piauí também cobra explicações por parte do gestor que deveria ter usado R$ 200 mil para comprar um ônibus adaptado para pessoas com deficiência, mas comprou na verdade uma “minivan”, um veículo mais barato.

O relatório completo do Governo Federal apontando as responsabilidades de Paulo Martins no suposto “desvio de finalidade” quanto ao uso dos recursos públicos.  O valor do prejuízo atualizado na Tomada de Contas Especial é de R$ 235 mil, que deveriam ser devolvidos aos cofres públicos.

A Tomada de Contas aberta pelo Ministério deu direito à defesa de Paulo Martins, mas não concordou nem tirou sua responsabilidade pelo mal uso dos recursos públicos.

MINISTÉRIO PÚBLICO ENTRA NO CASO – O promotor em Campo Maior, Maurício Gomes de Souza, também está investigando o caso, e entende que é de competência do MPE apurar e cobrar a devolução dos recursos. Uma portaria (CONFIRA QUI) foi aberta instaurando Inquérito Civil Público para se tentar recuperar a devolução dos recursos. Paulo Martins ainda será notificado e terá prazo para apresentação de defesa.

O Detran no Piauí também receberá ofício para comprovar que o veículo comprado pela Prefeitura de Campo Maior está fora dos padrões previstos no convênio firmado pelo ex-prefeito Paulo Martins.

Fonte: codigodopoder.com
Editor: Evandro Júnior

Copyright 2017 - Portal O Mandacaru