Portal O Mandacaru

Ministro Fachin abre inquérito contra Ciro Nogueira por corrupção e lavagem de dinheiro

O despacho foi publicado nesta sexta-feira (29). O senador do Piauí tem 15 para se manifestar

Créditos: codigodopoder.com Foto: Divulgação Foto: Divulgação

CORRUPÇÃO E LAVAGEM DE DINHEIRO – Em despacho publicado na sexta-feira(29), o ministro-relator da Operação Lava Jato no STF, Edson Fachin, abriu uma nova frente de investigação contra o senador piauiense Ciro Nogueira e outros 11 políticos do Partido Progressista.  O ministro autorizou  a abertura de inquérito contra Ciro e outros nomes do seu partido e também determinou o arquivamento da denúncia contra outros 14 políticos por falta de provas.

Ciro Nogueira (PP-PI), e o líder do governo na Câmara, Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), foram acusados pela Procuradoria Geral da República pela prática de corrupção passiva e lavagem de dinheiro por suposto recebimento indevido de 4,34 milhões de reais em recursos do grupo empresarial Queiroz Galvão. A denúncia foi assinada ainda no mandato de Rodrigo Janot, que também pediu o fim do sigilo no caso.

A sua decisão, o ministro Edson Fachin também determinou a notificação de Ciro Nogueira e demais políticos do partido para responderem, em 15 dias, à denúncia oferecida pelo ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot por organização criminosa.

O senador Ciro Nogueira ainda não se manifestou sobre o novo inquérito aberto no STF por corrupção e lavagem de dinheiro.

Fonte: codigodopoder.com
Editor: Evandro Júnior

Copyright 2017 - Portal O Mandacaru