Portal O Mandacaru

MPT solicita audiência na Justiça do Trabalho para debater atrasos de salários de servidores da UPA

O atraso dos salários dos servidores é constante

Créditos: Reprodução Cidade Verde. UPA de São Raimundo Nonato UPA de São Raimundo Nonato

A presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de São Raimundo Nonato (SINDSERM), professora Andréia Alves, informou  que o Ministério Público do Trabalho (MPT), solicitou audiência na Vara da Justiça do Trabalho de São Raimundo, para debater a respeito do constante atraso no pagamento de salários dos servidores concursados da Unidade de Pronto Atendimento  (UPA) no município.

No documento à  Justiça, o MPT através da Procuradoria do Trabalho solicitou a notificação cautelar de representantes da Prefeitura de São Raimundo Nonato e do Governo do Estado do Piauí através da Secretaria de Saúde, para que compareçam à audiência judicial.

Em audiência administrativa realizada na Procuradoria do Trabalho de Picos (PI) em 21 de novembro, a presidente do SINDSERM informou que o pagamento dos salários dos servidores da UPA referente aos meses de setembro e outubro tinha sido pago com atraso, apenas nos dias 16 e 17 de novembro.

De acordo com a Procuradoria o constante atraso no pagamento de salários dos servidores afronta um acordo judicial firmado entre os governos municipal e estadual. Com isso, os servidores enfrentam dificuldades, o que pode comprometer os serviços.

O MPT solicitou a notificação cautelar do município para que apresente a comprovação de adimplência dos recolhimentos fundiários dos trabalhadores cedidos da UPA, bem como, a comprovação do pagamento dos servidores no prazo legal, sob pena de bloqueio nas contas do município dos respectivos valores.

Fonte: Sindserm
Editor: Evandro Jr.

Copyright 2018 - Portal O Mandacaru