Portal O Mandacaru

Mutuários de São Raimundo Nonato recebem ofícios através do Minha Casa Legal

34 mutuários receberão os ofícios de liberação de hipotecas das suas casas.

Créditos: Divulgação. Mutuários de São Raimundo Nonato recebem ofícios através do Minha Casa Legal Mutuários de São Raimundo Nonato recebem ofícios através do Minha Casa Legal

Mutuários da cidade de São Raimundo Nonato receberam atendimento do Programa Minha Casa Legal nesta sexta-feira (18). No primeiro dia de ação (17), a equipe técnica da Empresa de Gestão de Recursos do Piauí (Emgerpi) atendeu mais de 70 pessoas, que precisavam formalizar os processos de regularização dos seus imóveis, sendo que 34 mutuários receberão os ofícios de liberação de hipotecas das suas casas.

O escritório itinerante do Programa Minha Casa Legal foi instalado na Unidade Escolar Maria Ribeiro de Castro, localizada no bairro Santa Luzia, em São Raimundo Nonato. Os serviços jurídicos foram iniciados às 8h, dessa quinta (17) na cidade.

O diretor-presidente da Emgerpi, Ricardo Pontes, falou que o itinerante tem como objetivo atender, de forma mais cômoda, todos os mutuários de São Raimundo Nonato que moram nos conjuntos habitacionais construídos pela extinta Cohab-PI, Iapep e Bep. “Com esta ação queremos que os mutuários dos conjuntos Cândida Macedo, São Raimundo e também aqueles que residem nos imóveis dos loteamentos do Iapep: Santa Luzia, Gavião, Santa Fé e no bairro Almeida recebam os títulos de propriedades das suas casas”, destacou.

A mutuária Teresa Silva conta que recebeu o ofício de liberação de hipoteca da sua casa através do atendimento itinerante. “Nós sentimos um sentimento de muita felicidade. Esse trabalho é muito importante, mas sei também que as pessoas também precisam cumprir com as suas obrigações, que é pagar suas dívidas. Se a gente quer nossos direitos, também precisamos fazer nossos deveres”, declarou.

A diretora de Processos Imobiliários da Emgerpi, Ana Lúcia Gonçalves, afirma que, durante o primeiro dia de ação, a Emgerpi conseguiu formalizar mais de 70 processos e tirar dúvidas dos diversos mutuários que procuraram o escritório itinerante. Gonçalves acrescenta que no segundo dia de ação, a procura foi bem maior, visto que os moradores dos conjuntos mais distante já estão buscando os serviços do Minha Casa Legal. Ela acrescenta que um dos focos do projeto é esclarecer aos mutuários com carteiras imobiliárias do Iapep sobre a necessidade de procurar a entidade cartorial da cidade para fazer a averbação das suas casas. E também receber os documentos das que ainda precisam formalizar seus cadastros no sistema de dados. A gestora acrescenta que praticamente 100% dos mutuários foram procurar as informações indispensáveis para que elas recebam os títulos de propriedade dos seus imóveis.

O assessor jurídico da Emgerpi, Orlando Segundo, também disse que o resultado foi bastante positiva. “Avalio esta ação importante porque ela aproxima a Emgerpi dos seus clientes, que é o mutuário. O itinerante facilita a vida deles, pois não precisam saírem de sua cidade para receberam,às orientações jurídicas, tiras dúvidas acerca de inventários, regularizar imóveis entre casais divorciados, fazer transferências de contratos de gavetas e resolver outras pendências”, disse.


Editor: Adriana Carvalho

Copyright 2017 - Portal O Mandacaru