Portal O Mandacaru

PI: Silas Freire diz que segurança pública tem a pior gestão dos útimos 30 anos

Segundo Silas, as críticas são fundamentadas no cenário de insegurança que o Piauí está vivenciando.

Créditos: politicadinamica.com Em entrevista equilibrada, Silas faz o diagnóstico da Segurança e aponta a gestão de Fábio Abreu como a pior dos últimos 30 anos para o setor no Piauí (Foto: Marcos Melo | PoliticaDinamica.com) Em entrevista equilibrada, Silas faz o diagnóstico da Segurança e aponta a gestão de Fábio Abreu como a pior dos últimos 30 anos para o setor no Piauí (Foto: Marcos Melo | PoliticaDinamica.com)

No último dia 8 de maio o deputado federal Silas Freire (PRB) reforçou as críticas à gestão que está sendo feita da Segurança Pública no Piauí, principalmente a forma como é feita a escolha dos secretários. Foi durante a visita do presidenciável Flávio Rocha a Teresina, em entrevista ao Política Dinâmica. 

“Eu tive a oportunidade de dizer ao governador esse final de semana, que essa foi a pior gestão dos últimos 30 anos que o Piauí já teve. Não é porque seja candidato a deputado, não é porque seja o capitão Fábio Abreu. Eu acho que ele nunca deveria nem ter aceito ser secretário. Deveria ter honrado os votos que teve para ser deputado federal. Eu não pedi pra ele sair pra MIM assumir, agora eu acho que foi um desastre”, afirma. 

Segundo Silas, as críticas são fundamentadas no cenário de insegurança que o Piauí está vivenciando. “Estamos sem policiamento, sem efetivo. Vou dar um exemplo pra você: viu o que o Samuel [Silveira, secretário de Trabalho, Cidadania e Assistência Social de Teresina], naquele projeto que ele foi, e não é ruim a gente copiar, foi pra Medellin copiar, de unificação, de participação do município com a Segurança Pública. Ele conseguiu detectar um dos barris de pólvora de morte da juventude na periferia, que são alguns bailes regados a drogas e bebidas onde tem centenas de menores. Porque a Segurança não fez isso em 3 anos? E quantos jovens nossos morreram? Isso não é discurso de oposição, isso é discurso de quem é governo e quer ver a coisa melhorar”, ressalta. 

Silas se referia ao programa Vila Bairro Segurança, que dois dias antes havia realizado uma operação na qual 40 jovens foram conduzidos à Central de Flagrantes.

O deputado defendeu também a criação do fundo federal da Segurança Pública. Segundo Silas, existe um conservadorismo entravando projetos que poderiam ser opções viáveis para o financiamento do fundo. “Tem que ter o fundo e onde vai levar o dinheiro pro fundo. Nós temos alguns meios: os royalties do petróleo, que voltaram a render milhões, mas que o Rio de Janeiro e os que se dizem “produtores” não abrem mão. Essa cafonice de não se aceitar os jogos, chamados jogos de azar. Toda esquina tem um jogo do bicho, o cara tá trabalhando na ilegalidade, toda esquina tem um cassino no país. Vamos legalizar isso e um percentual elevado ser carimbado para a Segurança Pública”, insistiu. 

Silas Freire afirma que a solução para o caos na segurança tem que ser imediata. “Nós estamos precisando é do hoje, e o hoje é inteligência, repressão, é prisão, é orientação. É o que o Samuel começou a fazer. Admirável viu! Foi copiado? Foi, foi copiado. É ruim copiar o que é bom? Não, muito é bom!”.

Fonte: politicadinamica.com
Editor: Evandro Jr.

Copyright 2018 - Portal O Mandacaru