Portal O Mandacaru

Separado por cerca, refugiado sírio beija filhos após um ano sem ver a família

Reencontro aconteceu no Chipre, um ano depois que Ammar Hammasho deixou a casa da família.

Créditos: G1 Refugiado da Síria reencontra família no Chipre Refugiado da Síria reencontra família no Chipre

Um refugiado sírio que vive há um ano no Chipre protagonizou um momento de emoção ao reencontrar a esposa e os quatro filhos pequenos no domingo (10).

Ammar Hammasho, disse que se sentiu feliz e tranquilo após ver a família no centro de recepção em Nicosia, capital do Chipre. Separado dos pequenos por uma cerca, ele beijou a mão dos filhos.

"Está ficando cada vez pior", disse ele sobre o conflito, que já dura seis anos. Ele fugiu para a ilha há um ano, quando sua casa foi destruída por um ataque aéreo que matou um de seus filhos. "Todos, de todos os lados, dizem mentiras".

A família de Hammasho chegou ao Chipre em um barco que levava 202 homens, 30 mulheres e 73 crianças. O grupo saiu na noite de sábado (9) de Mersín, na Turquia.

Segundo a Associated Press, parte dos passageiros chegou ao país para se reunir com familiares que já vivem no Chipre, e outros têm como destino final a Alemanha ou países escandinavos.

De acordo com autoridades cipriotas, um homem de 36 anos foi preso por conduzir a embarcação, e outro de 29 por suspeita de tráfico de migrantes. Acredita-se que o grupo é um dos maiores a chegar em um único dia no país.

Fonte: G1
Editor: Redação

Copyright 2017 - Portal O Mandacaru