Portal O Mandacaru

Sérgio Cabral é condenado a mais 15 anos de prisão; 4 penas somam 87 anos

Adriana Ancelmo também foi condenada, no dia em que foi para prisão domiciliar

Créditos: Google Sergio Cabral  (Ex-governador do Rio de Janeiro) Sergio Cabral (Ex-governador do Rio de Janeiro)

O ex-governador Sérgio Cabral foi condenado nesta terça-feira (19) pela quarta vez na Operação Lava Jato. No âmbito da operação Eficiência 2, o juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal, o senteciou a mais 15 anos de prisão.

Cabral havia sido condenado a 72 anos em outros três processos. As penas agora chegam a 87 anos, em quatro ações: três com Bretas, no Rio, e uma com o juiz Sérgio Moro, no Paraná.

Além de Cabral, foram condenados nesta terça mais 10 réus, incluindo a mulher dele, Adriana Ancelmo. A condenação ocorre no mesmo dia em que ela deixou a prisão em Benfica, após o ministro Gilmar Mendes, do Superior Tribunal Federal (STF), decidir na segunda-feira pelo retorno da ex-primeira dama do estado à prisão domiciliar.

Foram condenados:

- Sérgio Cabral
- Adriana Ancelmo
- Wilson Carlos
- Carlos Miranda
- Luiz Carlos Bezerra
- Sérgio de Castro Oliveira
- Ary da Costa Filho
- Thiago Aragão
- Álvaro Novis
- Renato Chebar
- Marcelo Chebar

Réu pela 17ª vez

Um dia antes da condenação, o juiz Marcelo Bretas aceitou nova denúncia contra Cabral, que passa a ser réu em 17 processos (veja os outros 16). Desta vez, a denúncia envolve o pagamento de R$ 18.117.824,36 em propinas em contratos com a Fundação Departamento de Estradas e Rodagem do Rio (Funderj). Os repasses teriam sido feitos entre janeiro de 2007 e setembro de 2014.

Fonte: portalaz.com.br
Editor: Evandro Jr.

Copyright 2018 - Portal O Mandacaru