Portal O Mandacaru

Servidores da UPA de SRN estão com salários atrasados

Servidores da UPA de São Raimundo Nonato reclamam de atrasos nos seus salários

Créditos: Reprodução Cidade Verde. UPA de São Raimundo Nonato UPA de São Raimundo Nonato

O Portal Veja SRN ouviu um grupo de nove servidores concursados da UPA de São Raimundo Nonato, que estiveram representando os demais servidores para falar das dificuldades que estão enfrentando com atrasos dos seus salários que já acumulam dois meses de atraso.

Os servidores deixaram claro que as reclamações não têm nenhum cunho político e que todos foram unânimes em tecer elogios à direção da referida Instituição que por sinal, todos os servidores e pacientes são tratados com muito zêlo e profissionalismo, mas, que infelizmente, em relação aos salários dos mesmos foge de suas competências.

Os servidores ainda afirmaram que o atendimento da UPA está sendo realizado normalmente, mesmo com seus salários em atraso, a equipe está dando tudo de si para que o atendimento aconteça da melhor forma  possível, isto é visível pela satisfação da clientela, nunca faltou medicação e nem material de expediente na referida Unidade de Pronto Atendimento.

O Portal Veja SRN questionou de quem era a responsabilidade sobre o repasse dos salários dos servidores, por saber que a UPA tem uma gestão compartilhada entre o Município de São Raimundo Nonato e o Estado. Os servidores afirmaram que são servidores do Município, portanto, seus salários são repassados pela gestão municipal. O Governo do Estado é responsável pela gestão da UPA, através do Hospital Regional Senador Cândido Ferraz. No entanto, os servidores concursados da UPA são contratados pelo Município, que através de parceria firmada com o Estado cedeu seus servidores, e em contrapartida, o Estado faz um repasse para pagar estes servidores cedidos para a UPA.

Além dos salários atrasados, os servidores reclamaram da falta de informações quanto aos salários atrasados.

“A gente não tem nenhuma informação dos motivos pelos quais nossos salários estão atrasados, nem quando vamos receber. Esta falta de comunicação, nos deixa ainda mais preocupados. E isto está afetando muito o nosso emocional, pois todos nós temos compromissos como aluguel, supermercado, farmácia, escola dos filhos, dentre outros compromissos que não podem ser adiados, mas como pagamos, se não recebemos?”, desabafou  um dos servidores que preferiu não se identificar.

“Nosso objetivo aqui não é macular a imagem de ninguém, de já queremos deixar claro que esta nossa reclamação não tem nenhum cunho político, apenas estamos reivindicando os nossos salários, e se estamos expondo o problema à imprensa é porque falta diálogo para com nós servidores da UPA. Queremos afirmar ainda, que não temos nenhum interesse em tomar nenhuma atitude extrema como prejudicar o atendimento da UPA, a não ser que cessem todas as outras alternativas”, ressaltou um outro servidor.

De acordo com os relatos dos servidores da UPA, a responsabilidade imediata em repassar os salários dos mesmos, é do Município, pois são servidores concursados do município, mesmo o Estado sendo o responsável por repassar os recursos para as despesas com o pessoal. Agora fica um questionamento. Será que o Governo do Estado está fazendo normalmente estes repasses?

Os servidores contratados sem concurso público, que são pagos diretamente pela direção da UPA estão todos com seus salários em dia, não está faltando recursos para o bom funcionamento da UPA. Se o Estado não estiver fazendo normalmente os repasses, falta transparência por parte do Município em informar os servidores da dificuldade em pagar seus salários. Se o Município estiver recebendo os repasses do Estado, ai a gestão municipal podem estar usando de má fé, e até podem ser responsabilizada por isso.

Fonte: VejaSRN.COM

Copyright 2017 - Portal O Mandacaru